Governo do Ceará forma mais 1.305 policiais militares e amplia segurança no Estado

Folha Belacruzense Noticias | sexta-feira, dezembro 29, 2017 |

O Governo do Ceará ampliou nesta quinta-feira (28), a segurança pública no Estado. É que a segunda turma da Polícia Militar, aprovada no concurso lançado pelo governador Camilo Santana em julho de 2016, foi graduada e já pode ser integrada ao efetivo da segurança estadual. Realizada no Centro de Eventos do Ceará, a solenidade marcou a graduação de 1.238 homens e 67 mulheres – que se somarão aos 1.350 soldados da primeira turma da PM, formados em outubro último.

De acordo com o governador Camilo Santana, com o concurso público lançado em 2016, com 4.200 aprovados – distribuídos em três turmas –, o Governo do Ceará aumenta em 25,7% o efetivo total da corporação. A terceira turma segue em processo de formação. “A previsão é de que, em maio, essa turma seja concluída. E eu pretendo, em 2018, convocar novos policiais militares para reforçar ainda mais a área da segurança pública”, assegurou.

O chefe do Executivo disse, ainda, estar feliz pela formatura dos novos soldados. “É mais um compromisso honrado com a população cearense, de fortalecer, equipar e melhorar a área da segurança pública no Estado”, afirmou.

De 2015 para cá, 5.124 profissionais de segurança já foram formados pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp) – a maioria integra a PM, com 4.091 soldados. Também formaram novos agentes a Polícia Civil (650), o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar (275) e a Perícia Forense do Estado do Ceará (108).

Também presente na solenidade, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, ressaltou o papel de destaque do Ceará em relação aos outros estados do País. “Nenhum estado do Brasil está contratando novos profissionais na área da Segurança Pública. Além de pagar em dia, o Governo do Ceará ainda motiva esses profissionais, atendendo a reivindicações históricas, como a média salarial do Nordeste para a Polícia Militar e os Bombeiros, e a descompressão da carreira dos policiais civis”, exemplificou.

Distribuição do policiamento

Segundo o titular da SSPDS, os agentes da segunda turma passarão, ainda, pelo processo de estágio, onde serão distribuídos pelos principais corredores comerciais da Capital, como as avenidas Santos Dumont e Bezerra de Menezes. Os agentes da primeira turma, que já encerraram esse período, reforçarão os batalhões de Turismo e Ambiental, por exemplo. “E temos ainda a reposição dos policiais que saem do policiamento ordinário e vão para o Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio)”, acrescentou.

As Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) 3 e 4, implantadas nos bairros Conjunto Ceará e Bom Jardim no início deste semestre, respectivamente, também receberão novos agentes. “Isso demanda mais efetivo. Os policiais servirão pra isso”, garantiu.

Sonhos e conquistas

Convidado para representar o efetivo, o agora policial Ziltônio Almeida, 30, subiu ao palco e disse estar ansioso para servir na segurança estadual. Ziltônio, que antes tentou outros concursos para a Polícia Militar, afirmou que novos desafios estão por vir. “Foi uma luta, uma batalha. Foram dias incessantes e noites de sono perdido, mas agora estou chegando ao topo, com uma nobre missão pela frente. Foi minha última tentativa. Tenho somente que agradecer a Deus e ao governador Camilo Santana. Agora, vamos em frente”, emocionou-se.

A vitória é compartilhada com a colega Yanca Holanda, de 20 anos. Estudante de direito, ela conta que fica contente por cada um que conseguiu realizar seu sonho. “Foi um caminho árduo, mas muito glorioso. E, hoje, o sentimento que nos resume é felicidade. Durante o curso, senti o verdadeiro desejo de oferecer algo a mais para a segurança pública”.

O Concurso

A prova objetiva do concurso, etapa inicial, foi realizada em Fortaleza no dia 25 de setembro de 2016. Participaram 70.133 candidatos. Já na segunda etapa, os candidatos passaram por inspeção de saúde, com exames médico, biométrico, odontológico e toxicológico. A terceira etapa do certame, o Curso de Formação Profissional, promovido Aesp/CE, inclui ainda avaliação psicológica, de capacidade física e investigação social.
O edital previa a convocação de três turmas até o ano de 2018. O governador Camilo Santana, no entanto, acelerou o processo e convocou todas ainda neste ano.


Fonte: Governo do Ceará

Categoria: , , , , ,