Em 4.445 perícias, 3.611 benefícios do auxílio-doença são cancelados no Ceará

Folha Belacruzense Noticias | terça-feira, dezembro 26, 2017 |

O ano de 2017 foi marcado na área previdenciária por uma ação fiscalizatória mais rigorosa imposta pelo Governo Temer, com relação aos benefícios concedidos pelo INSS. O Governo realizou durante o ano a chamada Operação Pente Fino que em 242 mil e 167 perícias detectou irregularidades em 213 mil 873 benefícios, que foram cortados em todo o País.

No Ceará, até o mês de novembro, foram realizadas 4.445 perícias com 3.611 benefícios cancelados. A ausência de convocados levou ao cancelamento de outros 735 benefícios. Além disso, 616 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 121 em auxílio-acidente, 20 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 77 pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional.

No estado, 17.601 benefícios de auxílio-doença serão revisados. A economia anual estimada até agora é de R$ 67,1 milhões. No país, a economia chegou a 2 bilhões e 400 milhões de reais.


Fonte: Ceará Agora

Categoria: , ,