Festejos de Cristo Rei na localidade do Riacho de Cima em Bela Cruz

Folha Belacruzense Noticias | domingo, novembro 26, 2017 |

No período de 17 a 26 de novembro, a localidade Riacho de Cima em Bela Cruz está em festa, quando festeja homenagens ao seu padroeiro, Cristo Rei. Durante 10 dias de festejos, os fieis do Riacho de Cima e comunidades vizinhas podem por mais um ano venerar e dar seu testemunho de fé ao Cristo Rei, agradecer por saúde paz e renovar os votos de dias melhores.

A festa de Cristo Rei foi criada pelo papa Pio XI em 1925. Instituiu que fosse celebrada no último domingo de outubro. Agora, na reforma litúrgica passou ao último domingo do ano litúrgico como ponto de chegada de todo o mistério celebrado, para dar a entender que Ele é o fim para o qual se dirigem todas as coisas.

A criação desta festa tinha uma conotação política de grandiosidade. Quem, dos mais antigos, não foi da Cruzada Eucarística? Roupinha branca, fita amarela com cruz e dois traços azuis para os melhores. Qual era o comprimento? - Viva Cristo! – Rei! Este amor a Cristo Rei sustentou os cristãos na perseguição do México. Quantos mártires não entregaram a vida proclamando: Viva Cristo Rei! Quem sabe nos falte uma definição maior para o Reino de Cristo.

A oração da missa assim reza: “Deus que dispusestes restaurar todas as coisas em vosso Filho Amado, Rei do Universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade vos glorifiquem eternamente”. Vejamos os termos: Rei do Universo, vossa majestade. Para este sentido endereça a primeira leitura: A glória do Filho do Homem - “Seu poder é poder eterno que não lhe será tirado e seu reino, um reino que não se dissolverá” (Dn l7,14). Cristo com sua morte e ressurreição foi feito o Senhor da Glória. Seu Reino não tem fim.


Fonte: catequisar.com.br

Categoria: ,