Policia Civil do Ceará incinera 2,5 toneladas de drogas

Folha Belacruzense Noticias | terça-feira, junho 27, 2017 |

Em alusão ao Dia internacional de combate ao uso e tráfico de drogas, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), incinerou, na manhã desta segunda-feira (26), cerca de 2,5 toneladas de drogas apreendidas em operações policiais realizadas desde 2012. A queima da droga foi realizada em uma cerâmica localizada no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Estado.

A operação para incineração da droga teve início às 6h30min da manhã de hoje, quando os policiais carregaram o caminhão e escoltaram a droga até a cerâmica, localizada em Caucaia. Participaram da queima, o Delegado Geral da Polícia Civil, Everardo Lima, a diretora da DCTD, Patrícia Bezerra, policiais civis da Divisão, além de representantes do Ministério Público (MP) e da Vigilância Sanitária.

Para Everardo Lima, a incineração da droga trata-se do ápice do trabalho policial de repressão, que passa desde a investigação até a apreensão e finaliza com a destruição da droga. “A incineração tem toda uma simbologia especial. Você destruir definitivamente essa droga traz a certeza que ela não chegará às mãos dos nossos jovens”, afirmou o delegado geral.

De acordo com Patrícia Bezerra, a maioria dos entorpecentes foi apreendida nos municípios de Acarape, Caucaia, Fortaleza, Itapipoca, Jaguaretama, Jaguaribe, Maracanaú, Quixadá, Redenção e Santa Quitéria. A droga incinerada fazia parte de 1.484 inquéritos policiais que foram instaurados de 2012 até este ano. Entre o material queimado, além de crack, cocaína e maconha, estão 56.854 unidades de comprimidos psicotrópicos, 4.492 pontos de LSD, 12 frascos de MDMA, mineíta e esteróides anabolizantes.

Em 2016, a Divisão queimou uma tonelada de drogas. Já este ano, com esta incineração, a especializada destruiu quase três toneladas de entorpecentes apreendidos em operações policiais em todo o Estado.


Fonte: Ceará Agora

Categoria: