Festejos de São Pedro na localidade de Cambota em Bela Cruz

Folha Belacruzense Noticias | sexta-feira, junho 30, 2017 |

Nesta quinta-feira, dia 29 de junho, a comunidade católica na localidade de Cambota, zona rural do município de Bela Cruz encerrou os festejos de seu padroeiro, São Pedro. Os festejos de São Pedro na localidade são anualmente comemorados no período de 25 a 29 de junho. Durante 05 dias de festejos, os fieis da comunidade, e localidades circunvizinhas puderam por mais um ano venerar e dar seu testemunho de fé pelo santo, agradecer por saúde paz e renovar os votos de dias melhores.

A comunidade de Roma foi fundada pelos apóstolos Pedro e Paulo e é considerada a única comunidade cristã do mundo fundada por mais de um apóstolo e a única do Ocidente instituída por um deles. Por esta razão desde a antiguidade a comunidade de Roma (chamada atualmente de Santa Sé pelos católicos) teve o primado sobre todas as outras comunidades locais (dioceses); nessa visão o ministério de Pedro continua sendo exercido até hoje pelo Bispo de Roma (segundo o catolicismo romano), assim como o ministério dos outros apóstolos é cumprido pelos outros Bispos unidos a ele, que é a cabeça do colégio apostólico, do colégio episcopal.


A sucessão papal (de Pedro) começou com São Lino (67 d.C.) e, atualmente é exercida pelo Papa Francisco, eleito em 13 de março de 2013. Segundo essa visão, o próprio apóstolo Pedro atestou que exerceu o seu ministério em Roma ao concluir a sua primeira epístola: "A [Igreja] que está em Babilônia, eleita como vós, vos saúda, como também Marcos, meu filho”. Trata-se da Igreja de Roma. Assim também o interpretaram todos os autores desde a Antiguidade, como abaixo, como sendo a Roma Imperial (decadente). O termo não pode referir-se a Babilônia sobre o Eufrates, que jazia em ruínas ou à Nova Babilônia (Selêucia) sobre o rio Tigre, ou à Babilônia Egípcia cerca de Mênfis, tampouco a Jerusalém; deve, portanto referir-se a Roma, a única cidade que é chamada Babilônia pela antiga literatura cristã.

Categoria: