Estado do Ceará ganhará dois centros de triagem de animais silvestres

Folha Belacruzense Noticias | sexta-feira, setembro 30, 2016 |

Dois centros de triagem de animais silvestres (Cetas) de responsabilidade do Governo do Ceará, um na Grande Fortaleza e outro na região do Cariri, estão sendo planejados pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e Secretaria do Meio Ambiente (Sema). Ambos ainda não possuem local definido, mas a ideia é que os equipamentos sejam construídos nas unidades de conservação Parque Estadual Botânico (Caucaia) e Sítio Fundão (Crato).

A decisão foi tomada em reunião realizada no final do mês de agosto com a participação de representantes da Semace, Sema e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Um grupo de trabalho será criado para viabilizar a construção dos centros. O aporte financeiro, inicialmente, será feito pela Semace.

Recentemente, o superintendente da Semace, José Ricardo Araújo, acompanhado pelo diretor de Fiscalização, Tiago Bessa, e o fiscal ambiental, Roberto Cavalcante, visitou o Cetas do Ibama em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luis-MA, considerado referência para esse tipo de equipamento.

O Centro de Triagem é o local previsto em lei para o abrigo de animais silvestres resgatados de criadouros clandestinos, situação de maus tratos ou entregues voluntariamente pelo cidadão. Pássaros, macacos, lagartos e outras espécies de animais são classificados e tratados por especialistas, antes de serem devolvidos à natureza. Atualmente, os animais são encaminhados para a unidade do Ibama que funciona em Messejana, Fortaleza-CE. Contudo, o equipamento se tornou pequeno para o número crescente de resgates.


Fonte: Site do Governo do Estado do Ceará


Fhilipe Augusto
Assessor de Imprensa da Semace
(85) 3101-5554/ 98605-9501

Categoria: ,